Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

ASN RO 29/07/22 às 15:31
Compartilhe

Sebrae promove cursos de classificação e análise sensorial do cacau em Jaru

Por Redação
ASN RO 29/07/22 às 15:31
Compartilhe

Exercitar através de métodos científicos usados para identificar, avaliar e interpretar a percepção do provador pelos sentidos da visão, olfato e paladar é a proposta do Curso de Classificação e Análise Sensorial do Cacau, promovido esta semana pelo Sebrae em parceira com o Centro de Inovação do Cacau (CIC) e realizado no Ifro de Jaru.

O objetivo do curso é promover a capacitação dos técnicos das instituições parceiras do projeto Cacau Sustentável de Rondônia – Ifro, Senar, Emater, Ceplac, Idaron, Embrapa e Mapa –, dotando-os desta expertise e tornando-os aptos e legalmente habilitados para exercerem a atividade de classificação de das amêndoas do cacaueiro. Após o treinamento, os técnicos terão a missão de capacitar os produtores de cacau inseridos no projeto, a fim de que eles identifiquem defeitos e odores das amêndoas, e assim possam produzir e selecionar cacau de qualidade.

A classificação vegetal é uma importante ferramenta para salvaguardar o interesse público, quando associada ao Código de Defesa do Consumidor e às fiscalizações, visto que este serviço atesta a qualidade física de produtos embalados e comercializados, estabelecendo parâmetros para a definição e a diferenciação dos preços de cada produto.

“O importante é que teremos multiplicadores dessas técnicas, e isso poderá ser um fator fundamental para ganharmos competitividade em relação aos demais estados produtores. É mais um degrau que subimos em direção aos grandes resultados da cacauicultura do estado”, disse Marcileide Zirondi, analista do Sebrae e gestora do projeto Cacau Sustentável de Rondônia.

Saiba mais sobre as ações do Sebrae acessando o site www.sebrae.ro ou ligando gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp pelo mesmo número. Siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube (@sebraero).

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF

Notícias relacionadas